Crises do Antigo Regime e Crises do Capitalismo

Ao longo do século XIX, liberalismo, capitalismo e industrialização caminharam lado a lado, favorecendo-se mutuamente, e contribuíram para o crescimento económico, como o mundo ocidental nunca antes havia conhecido. Contudo, esse crescimento, que provocou a abundância dos produtos, fez baixar os preços e melhorou substancialmente as condições da vida material, ocorreu de forma instável, provocando crises económicas inteiramente “novas”, apelidadas pelos estudiosos como crises de crescimento ou de superprodução. Estas manifestaram-se de modo cíclico e tiveram tão amplas repercussões que desestabilizaram a vida social e até a política, levando os governos a reverem as suas posições face à economia e, nalguns casos, a alterarem os regimes económicos vigentes.

Clicar para ampliar

Esta entrada foi publicada em Materiais didáticos com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s