A exploração do trabalho infantil no século XIX

Empurrando e puxando

No âmbito das aprendizagens do módulo 6, disponibiliza-se, aos alunos de 11.º ano, um conjunto de fontes  (Clica aqui)  que visam a compreensão das condições de trabalho e de vida das crianças trabalhadoras no século XIX.

Ao longo do século XIX a necessidade de sobreviver à miséria levou as famílias operárias a recorrerem ao trabalho de todos os seus membros capazes. Generalizou-se, por isso o emprego das mulheres e crianças, cuja força de trabalho passou a ser preferida pelos patrões, pois recebiam salários mais baixos. Os salários das mulheres e das crianças valiam, respectivamente, cerca de ½ e ¼ do salário de um homem, embora muitas vezes o seu trabalho rendesse o mesmo ao patrão. Mobilizadas para a fábrica a partir dos 4-5 anos, as crianças eram especialmente apreciadas pela sua agilidade e pequena estatura. Podiam, com facilidade introduzir-se nos exíguos espaços entre as máquinas e, com os seus dedinhos, consertar fios rebentados; nas minas rastejavam puxando as vagonetas. Muitas vezes as crianças ficavam cansadas, sonolentas, e não conseguiam manter a velocidade exigida pelas máquinas. Quando isso acontecia, lá estava o contramestre (vigilante) para as chicotear. Também eram castigadas quando chegavam atrasadas ao trabalho ou quando conversavam com outras crianças.

Fontes:
COUTO, Célia Pinto do e ROSAS, Maria Antónia Monterroso. O Tempo da História. História A, 11.º ano. Vol. 3. 1ª ed., Porto Editora, Porto
VERÍSSIMO, H.; LAGARTO, M.; BARROS, M. História em Construção. História A, 11.º ano. Vol. 3. 2ª ed., Edições Asa
Esta entrada foi publicada em Materiais didáticos com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

8 respostas a A exploração do trabalho infantil no século XIX

  1. danielle diz:

    é muita exploracão para uma criança que tem apenas 6 aninhos de idade

  2. jucilene lima diz:

    e um absurdo a exploracao das crianças

  3. david diz:

    por favor, de onde retirou estas fontes? Gostaria de usa-las no trabalho também.

    • Fontes: COUTO, Célia Pinto do e ROSAS, Maria Antónia Monterroso. O Tempo da História. História A, 11.º ano. Vol. 3. 1ª ed., Porto Editora, Porto
      VERÍSSIMO, H.; LAGARTO, M.; BARROS, M. História em Construção. História A, 11.º ano. Vol. 3. 2ª ed., Edições Asa

  4. Elenn diz:

    Gostei Muito desse site, Espero tirar nota 10 pela mine pesquiza.

  5. muito obrigado.que Deus te abençoe

  6. fernanda diz:

    linda estoria so que é triste

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s