As comunas medievais

Trabalho realizado pela aluna Joana Silva do 10.º N, com a orientação do prof. José João Sousa, no âmbito da disciplina de História A – Módulo 2 – Unidade 1.

Inicialmente, o termo “comuna” era a denominação atribuída ao conjunto dos habitantes de uma cidade aquando da sua união, com o objectivo de se conseguirem libertar da dependência do senhor dono daquelas terras.

Mais tarde, na Idade Média, o termo passou a designar a própria cidade libertada total ou parcialmente do domínio do seu senhor feudal, sendo que, para tal acontecer, este último tinha que conceder à cidade uma carta de autonomia (carta comunal), a qual tinha que ser paga pelos habitantes da cidade e cujo preço era negociado com o senhor (conforme o preço que pagassem assim era o grau de liberdade que lhes era atribuído).

Representação de uma praça medieval (séculos XII-XIII)

No século XI, quando a vida agrícola e comercial no Ocidente se intensificou, fazendo aumentar o número de cidades, ocorreu a criação de novos centros urbanos, os burgos. Pouco tempo depois da sua criação, os habitantes dos burgos (os burgueses) começaram a sentir necessidade de se libertarem e, para tal, era necessária a compra de uma carta ao senhor daquela terra, a qual podia conceder-lhes a libertação total ou parcial do domínio do senhor, dependendo da quantia paga. Outras vezes, a autonomia conseguia-se pela força, havendo lutas violentas contra o senhor. Surgia assim, na Itália, o movimento comunal, ou seja, o desejo dos burgueses de obterem liberdade, segurança, isenção de impostos feudais e justiça própria, desejos estes que eram sobretudo resultado do desenvolvimento comercial, que estava a ser prejudicado pela rígida estrutura feudal. Pode dizer-se que este foi o nascimento das comunas.

Bibliografia:

– Comuna [em linha]. 05/12/2010. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Comuna. [Acedido em 10/01/2011].

– Comuna [em linha]. 11/01/2011. Disponível em: http://www.infopedia.pt/$comuna. [Acedido em 12/01/2011].

– PEDRO, Fábio Costa e COULON, Olga M. A. Fonseca. A Cidade Medieval [em linha]. Disponível em: http://br.oocities.com/fcpedro/cidmed.html. [Acedido em 12/01/2011].

Renascimento no século XII [em linha]. 08/01/2011. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Renascimento_no_s%C3%A9culo_XII. [Acedido em 11/01/2011]. 

3 respostas a As comunas medievais

  1. Dalila Varino diz:

    Bem escrito, gostei. Porém a página da wikipedia citada não oferece fontes nem referências, colocando a utilização dela em baixa credibilidade. Por conta disso é que vim a este site…
    Abraços.

  2. efw333erfc diz:

    No século XI, quando a vida agrícola e comercial no Ocidente se intensificou, fazendo aumentar o número de cidades, ocorreu a criação de novos centros urbanos, os burgos. Pouco tempo depois da sua criação, os habitantes dos burgos (os burgueses) começaram a sentir necessidade de se libertarem e, para tal, era necessária a compra de uma carta ao senhor daquela terra, a qual podia conceder-lhes a libertação total ou parcial do domínio do senhor, dependendo da quantia paga. Outras vezes, a autonomia conseguia-se pela força, havendo lutas violentas contra o senhor. Surgia assim, na Itália, o movimento comunal, ou seja, o desejo dos burgueses de obterem liberdade, segurança, isenção de impostos feudais e justiça própria, desejos estes que eram sobretudo resultado do desenvolvimento comercial, que estava a ser prejudicado pela rígida estrutura feudal. Pode dizer-se que este foi o nascimento das comunas.

    Bibliografia:

    – Comuna [em linha]. 05/12/2010. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Comuna. [Acedido em 10/01/2011].

    – Comuna [em linha]. 11/01/2011. Disponível em: http://www.infopedia.pt/$comuna. [Acedido em 12/01/2011].

    – PEDRO, Fábio Costa e COULON, Olga M. A. Fonseca. A Cidade Medieval [em linha]. Disponível em: http://br.oocities.com/fcpedro/cidmed.html. [Acedido em 12/01/2011].

    – Renascimento no século XII [em linha]. 08/01/2011. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Renascimento_no_s%C3%A9culo_XII. [Acedido em 11/01/2011].

    2 respostas a As comunas medievais
    Dalila Varino diz:
    Maio 11, 2011 às 6:38 pm
    Bem escrito, gostei. Porém a página da wikipedia citada não oferece fontes nem referências, colocando a utilização dela em baixa credibilidade. Por conta disso é que vim a este site…
    Abraços.
    Responder
    Steffanie diz:
    Janeiro 20, 2012 às 3:48 pm
    gostei muitissimo desta pagina de internet, está muito bem elaborada e interessante!
    cumprimentos e felicidades.
    Responder
    Deixar uma resposta

    Os trabalhos e os dias
    Março 2014
    S T Q Q S S D
    « Fev
    1 2
    3 4 5 6 7 8 9
    10 11 12 13 14 15 16
    17 18 19 20 21 22 23
    24 25 26 27 28 29 30
    31
    Categorias

    Arquivos

    Artigos recentes
    Esquema – 25 de Abril de 1974
    Comunicação da Junta de Salvação Nacional
    25 de Abril e a libertação dos presos políticos
    Agulha no palheiro…

    Subscrição por Email
    Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 61 outros seguidores

    Com a cabeça nas nuvens

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s